26 de mai de 2013

Desenvolva o autogoverno - Manoel Dias





Jesus se fez sabedoria e justiça em nós. Sabemos que existe poder e força operando dentro de nós. Essa força nos ajuda a nos afastar das coisas desse mundo. Nós temos a vida de Deus em nós e essa vida nos conduz para a realeza, somos pessoas nobres, mas isso é um processo. Tenha consciência desse crescimento e não “se abandone” nem abandone outros durante o processo de crescimento.
No capítulo 39 de Gênesis, vemos a história de José. A história dele não foi fácil. Se observarmos veremos que existem muitas coisas interessantes na vida dele. Ele se tornou um homem próspero.
No verso 21, está descrito que José se tornou um homem honrado na casa de Potifar e mesmo preso, prosperava.
Quando olhamos para a vida de José e o vemos atuando ao lado de Faraó vemos a diligência dele em cooperar com Deus. José entendia sobre autogoverno.
I Coríntios 12.28 fala de governo. Sabemos que existem quatro esferas de governo: esfera individual, familiar, na igreja e na sociedade.
Se entendermos isso teremos mais facilidade em governar essas esferas. Precisamos aprender a governar a nós mesmos.
“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei”. (Gálatas 5.22-23)
No fruto do espírito vemos que as três primeiras características usufruímos para nós mesmos, as três seguintes as pessoas ao nosso lado usufruem de nossa vida e, as três últimas relaciona-se a autogoverno.
Uma coisa é fazer algo correto porque as pessoas estão vendo, outra coisa é fazermos independente de ter alguém nos vendo ou não, isso é autogoverno.
Devemos desenvolver o domínio próprio em nossa vida.
Quando éramos crianças as pessoas nos governavam, mas hoje, devemos governar a nós mesmos de maneira responsável. Lembro-me quando era adolescente e meu pai me dava responsabilidades, isso me treinava desde cedo.
Chegamos em um estágio de nossa vida que devemos romper com coisas e não demorar nem esperar as coisas acontecerem, mas fazê-las acontecer.
A mão do diligente tende a abundância.
O senso de governo tem resultados em nossa vida e, sem nos esforçarmos chamaremos a atenção para nós pela diligência e domínio próprio. O domínio próprio é a capacidade de se auto governar. É não esperar que lhe acordem, mas você acordar-se a si mesmo. Atitudes assim irá lhe destacar dos demais.
O auto governo te faz organizado, diligente e isso é um processo.
Deus quer nos levar para um nível de excelência e sei que isso leva tempo. Precisamos arrancar costumes de família, costumes da carne e tantas coisas que adquirimos ao longo da nossa vida.
Precisamos ser tratados, lapidados e corrigidos para cumprir as coisas que Deus tem para nós. Não seja lento, tardio, mas seja ensinável, rápido, veloz e disponível para as mudanças.
Desperte posicionamentos dentro de você, faça auto análise da sua vida tanto na vida pessoal como em seus relacionamentos. Afinal, autogovernar trata de sua vida pessoal, mas se manifesta também na vida dos outros.
Deus quer te abençoar grandemente e, não é um anjo que vem fazer isso, é você que vai além dos limites e crê para o seu crescimento pessoal.
Não permita que entre um ano novo e termine permanecendo da mesma forma.
Melhore-se!
Não seja ligado com o TER, mas com o SER!
Melhore a sua vida, a sua família, a sua casa e os seus relacionamentos.
Organize-se!
Aonde você relaxou? Coloque em ordem. Precisamos ter essa visão de nos corrigir para melhorar a cada dia. Não seja orgulhoso, no sentido de não pedir ajuda naquilo que não sabe.
Não despreze os pequenos começos. Aproveite esse tempo e projete-se para as coisas maiores.
Seja diligente!
Você não sabe o poder de uma semente. Ela se multiplica em você e você a multiplica em outros.
Tem coisas plantadas dentro de você e, mesmo que não a enxergues, elas estão lá e vão dar frutos. Mas, não desista de você, você vai vencer. Vencerá vícios que te prendem. As coisas estão melhorando.
Pergunte: “Senhor onde preciso exercer domínio próprio?”
Não fuja de suas deficiências e pontos fracos. Enfrente-os. Estude sobre eles. Se necessário, peça ajuda a alguém. Não escancare suas fragilidades para as pessoas, mas fale com alguém de sua confiança.
Prepare-se para as oportunidades que irão surgir em sua vida. Prepare-se antes delas chegarem.
Se Deus está te comunicando coisas para você mudar, trabalhe isso em sua vida. Existe um processo de mudança acontecendo, você está ficando melhor.
Desenvolva o auto governo em sua vida, limpe o que precisa ser limpo, porque novas estações estão chegando.