13 de mar de 2011

Consagração nos momentos difíceis.


Consagração nos momentos difíceis.

Guto Emery (*)


“Disse-lhe porém, o Senhor: Vai, por que este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome perante os gentios, os reis e os filhos de Israel.” Atos 9.15

Caminhar mesmo contra as adversidades faz com que muitos desistam. Alguns inclusive chegam a pensar que essas adversidades que surgem significam que devem desistir mesmo.

Sabemos que nem sempre será fácil implantar o reino de Deus.
Paulo e Jesus tinham consciência dessa realidade.
Muitas vezes para a consagração ser feita, vamos fazer a vontade de Deus e não a nossa.

A tempestade pode chegar e você até diminui a velocidade. Mas continue caminhando, não pare.
Monte-se nas armas que você tem.  A Palavra de Deus refrigera a sua alma. Ocupe sua mente com o que é correto e justo.

Não desista do alvo que Deus colocou para você.

Algumas vezes falamos sobre lutas, circunstâncias e sobre os adversários e muitos pensam que falamos por incredulidade. Mas Paulo reconhecia os adversários em oposição à sua fé.

A diligência te faz enxergar as oportunidades em fé. Mas seja diligente também para aproveitar as oportunidades que surgirem em sua vida.

Para progredir seja cuidadoso, concentrado e com compromisso em sua vida.

“Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa.” Hebreus 10.35

Não abandoneis a vossa coragem.

Ao longo de nossa vida construímos coisas e é possível perdê-las, se não cuidarmos. Essas coisas se não zelarmos podem se desgastar e até desaparecer.

Se encha da Palavra e do Espírito para estar firme, e no momento de uma adversidade você não irá perecer.
Não abandone a sua confiança