6 de mar de 2013

Mensagens que edificam a sua fé - Suellen Emery

Orando e segurando as cordas

“Para salvar o mundo segure a corda, isso é tudo quanto talvez lhe será pedido, mas é vitalmente importante. Para perder o mundo não se preocupe em dar uma mão, isso é tudo o que você precisa fazer”.
“As nossas orações irão aonde os nossos pés nunca pisarão”.
Muitos hoje na igreja não sabem que eles podem estar envolvidos na obra missionária sem mesmo sair do seu país. Temos três formas de fazermos missões: Indo, orando e contribuindo. Quero me deter no texto de hoje em fazer missões orando.
Atos 4.24-31 nos relata algo interessante. Pedro e João por causa da cura de um homem e pregação do evangelho foram presos, e no dia seguinte levados às autoridades eclesiástica.
Quando foram soltos, as primeiras pessoas que procuraram foram os irmãos em Cristo, por que? Porque sabiam que ali encontrariam pessoas que iriam apoiá-los e orar com eles. Verso 24: Ouvindo isto, unânimes levantaram a voz a Deus e disseram: Tu, soberano Senhor… E no verso 29: agora, Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos teus servos que anunciem com toda a intrepidez a sua palavra, enquanto estendes a tua mão para fazer curas, sinais e prodígios…
É interessante observar nesta passagem como Pedro e João confiavam em Deus e nos irmãos da igreja, eles sabiam que os irmãos estavam pegando junto com eles no chamado e na missão que Deus designou para eles.
Às vezes, pensamos assim: eu não tenho chamado, muito menos para fazer missões, sou apenas membro da igreja, só preciso ir pra o culto na terça, quinta e domingo e já estou fazendo o suficiente para Deus. Mas, nesta passagem podemos perceber que os irmãos estavam no mínimo disponíveis para acolher Pedro e João, e foram, além disso, oraram com eles demonstrando cuidado, amizade e amor.
Romanos 15.30 – Rogo-vos, pois, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e também pelo amor do Espírito, que luteis juntamente comigo nas orações a Deus a meu favor, para que eu me veja livre dos rebeldes que vivem na Judéia, e para este meu serviço em Jerusalém seja bem aceito pelos santos.
Aqui também vemos Paulo confiando na igreja, ou irmãos e pedindo a eles que orem por ele. Porque será que Paulo um homem cheio do espírito, que era tão usado por Deus pedia oração aos irmãos da igreja? Porque todos nós precisamos um do outro. Os missionários precisam de nós que somos seus irmãos em Cristo. Eles precisam das nossas orações para que ao abrir de suas bocas saiam palavras com ousadia e intrepidez para fazer notório o mistério do evangelho de Cristo.
Na época do império, quando os lutadores iam lutar, eles passavam um óleo sobre o corpo, e quando o adversário tentava pegar, aquele óleo dificultava, porque deslizava. Também podemos observar nas lutas de MMA, nas competições de UFC que eles usam um produto no rosto, aquilo serve para quando o adversário bater com um sôco a mão deslizar no rosto.
Usei estes exemplos para mostrar que quando a igreja ora pelos missionários é como um óleo que é derramado sobre eles, como uma proteção contra as astutas ciladas do diabo. As nossas orações abrem caminhos, escapes e criam soluções para eles.
Quando entendemos que a oração do justo pode muito em seus efeitos passaremos a ser mais eficazes na vida de oração. Orando em todo tempo, não precisa você está trancado no quarto para orar, há momentos que sim, mas se o tempo que você tem é enquanto está fazendo suas tarefas domésticas, dirigindo seu carro, sentado dentro do ônibus, andando nas ruas, então, ore, peça a Deus aquilo que você entende que os missionários precisam para realizarem a obra de Deus no campo.
Envolva-se com a obra missionária orando pelos povos perdidos, para que encontrem a Palavra de Deus e descubram a salvação através do sacrifício de Jesus, e ore pelos missionários que estão buscando esta oportunidade de revelar esta salvação para os perdidos.


Fonte: www.verbodavida.org.br